04 fev 2019

E mais: você tem ido além dos posts nas redes sociais? Ter o hábito de ler é essencial para o desenvolvimento intelectual, trazendo benefícios que vão além da ampliação do repertório de palavras, como a facilidade de construir um pensamento e se expressar

POR TARCISIO ALVES
Redator e copywriter

Com o avanço da tecnologia e, principalmente, o surgimento das redes sociais, gastamos cada vez mais tempo checando o smartphone. Pesquisas indicam que fazemos isso, em média, umas 50 vezes por dia. E, segundo o relatório 2018 Global Digital, o brasileiro passa mais de três horas e meia por dia nas redes sociais, de um total de nove horas de navegação na internet.

O lado bom dessa história é que, como profissionais de marketing digital, não restam dúvidas de que o consumidor, seja ele de que produto ou serviço for, está na internet. Mas, aqui neste artigo, eu quero falar um pouco sobre os cuidados que devemos ter com relação a se deixar levar por esse hábito típico dos nossos dias.

E o ponto central para o qual eu quero chamar a sua atenção é o quanto você tem se dedicado à leitura, principalmente de livros. “Por que livros?”, você pode se perguntar.

Eu, como jornalista, tenho nos livros uma referência daquilo que foi consolidado. E mais: em tempos como os que vivemos, quando temos a sensação de que os acontecimentos se sucedem numa velocidade impressionante (seria só sensação realmente?), folhear um bom livro nos tira um pouco desse turbilhão e nos abre a mente para outras perspectivas que, justamente por estarmos no meio desse turbilhão, não conseguimos enxergar.

É claro que, assim como tem muita gente boa, tem muita gente ruim escrevendo sobre tudo. A chave está em pesquisar. Uma boa maneira de filtrar os melhores autores é usar a internet. Isso mesmo! Você pode buscar a sinopse do livro ou mesmo uma amostra dele e, caso seja interessante, aí você compra. Resenhas em sites especializados, revistas e jornais também são um caminho, assim como a lista dos títulos mais vendidos.

Ah, e tem ainda a questão de encontrar tempo para a leitura, o que não é fácil. Como encaixar esse hábito em meio às prioridades que você tem no cotidiano (incluindo dormir ou não fazer nada, pelo menos da meia-noite às 6h da manhã)?

Separe 10 minutos ou 15 minutos do seu dia para a leitura. Se for meia hora, melhor ainda, considerando que, em média, um leitor comum consegue ler uma página de livro por minuto. Mark Zuckerberg, fundador do Facebook, lê um livro a cada duas semanas. Com o tempo, você descobrirá qual é o seu ritmo de leitura e poderá ampliar sua meta pessoal.

De qualquer forma, o importante é ler. E, mais que isso, compreender o que está sendo dito. Porque não vai adiantar você correr os olhos pelas páginas e, depois, mal se lembrar daquilo.

Ter o hábito de ler é essencial para o desenvolvimento intelectual, trazendo benefícios que vão além da ampliação do repertório de palavras, como a facilidade de construir um pensamento e se expressar. Isso faz diferença, por exemplo, na hora de uma apresentação ou quando você vai vender o seu produto.

Daí que leitura tem que ser por prazer, e não por obrigação. Busque por um tema que você gosta (história, economia, artes, música…) ou, então, pelo estilo da obra (romance, biografia, poesia, ficção…) e vá em frente.

Aproveite para abstrair um pouco, olhar em volta e ver o que está acontecendo. Ou o que está sendo dito fora da “bolha” onde você passa a maior parte do tempo.

Eu, por exemplo, trabalho com marketing digital e a tendência é procurar me aprofundar na área, buscando conhecimentos que possam trazer uma compreensão mais abrangente a respeito desse universo — que, pode-se dizer, beira o infinito.

Não faltam boas obras que cumprem esse papel. Mas, paralelamente ao estudo dos temas que absorvem nossa atenção no dia a dia profissional, é importante lançar um olhar sobre outros campos.

Porque, reflita comigo, mesmo trabalhando com marketing digital, nem sempre é importante ficar rolando a tela em busca de novidades no Facebook, no Instagram, no Twitter ou em qualquer outra rede social — o que muitas pessoas já fazem até de maneira mecânica. O quanto disso é necessidade e o quanto é puro vício? Já parou para pensar nisso?

Essa é uma das vantagens do Kindle, que se vale do ambiente digital mas, ao contrário do tablet, não permite navegar na internet. Então, uma vez no Kindle, você só para de ler se quiser. Essa funcionalidade é prejudicada quando se usa o aplicativo do leitor de livros digitais da Amazon em um smartphone, é verdade. Mesmo assim, você já terá criado uma alternativa à navegação “sem fim” (e, muitas vezes, sem finalidade) nas redes sociais.

E, se você quer uma dica de leitura, que vale não só para quem trabalha com marketing digital, indico as obras do escritor israelense Yuval Noah Harari.

Seu livro mais conhecido é Sapiens: Uma Breve História da Humanidade (2015), em que ele combina história, ciência, filosofia e outros campos do conhecimento para jogar luz sobre o nosso passado. Já em Homo Deus: Uma Breve História do Amanhã (2016) ele muda o foco para o que seria o futuro da humanidade.

A tecnologia tem relevância nessas narrativas, e isso fica muito claro em seu título mais recente, 21 Lições para o Século 21 (2018). Aqui, Harari versa sobre o nosso presente, num momento em que temas como terrorismo, identidade nacional, imigração e questões climáticas ocupam os noticiários, redefinindo cenários políticos mundo afora, sem falar no fenômeno das fake news e na ascensão da inteligência artificial (IA) e de como esses fatores têm afetado o nosso dia a dia.

Vale a reflexão.

Se você quiser uma “injeção de ânimo” e, mais do que isso, um exemplo de sucesso para se espelhar, não deixe de ler Fábrica de Vencedores — Aprendendo a Ser Um Gigante (link), de Janguiê Diniz.

Paraibano de Santana dos Garrotes, Diniz chegou a ser, ainda criança, engraxate, vendedor de laranjas e picolés. Hoje, além de especialista, mestre e doutor em direito, é empresário, comandando um dos maiores grupos educacionais do Brasil, com representações em todos os estados do país. É, também, sócio-fundador da EdTech Be Academy.

Fábrica de Vencedores (link) é o seu 18º livro e oferece um conjunto de lições e experiências àqueles que ambicionam o sucesso e a realização profissional e pessoal.

Boa leitura!

P.S.: O que você tem lido e o que faz para ler com regularidade? Escreva na seção de comentários!

P.S. 2: Se você gostou deste conteúdo e acredita que ele possa inspirar outras pessoas, não deixe de compartilhar, ok?

Comments (2)

  1. Adamastor

    Estou lendo “Geração de Valor” de Flávio Augusto… Muito bom para pensarmos fora da caixa.

    1. Tarcisio Alves

      Ótima dica, Adamastor! Obrigado pelo seu comentário e siga participando conosco. Um abraço e bons negócios!

Leave your thought